Rata Marombeira (Pedro)

Sou uma rata “marombeira”.
Malho todas as manhãs.
Com 69 no supino.
“Pra” aumentar meu sutiã.

“Pra” ficar bem gostosona.
Tomo leite com neston.
Se eu percebo que não cresço.
Tomo uma “durateston”.

Minha barriga é de tanquinho.
Minhas pernas de pantera.
O que adianta tudo isso.
Se meu clitóris se altera.

Que gostosa minha “bundinha”.
Olha só a minha calcinha.
Minha marquinha de biquini.
E a minha cara de fuinha.

Acordei com uma tesão.
Hoje eu vou me rebelar.
Que se dane todo mundo.
Hoje eu vou sair “pra” dar meu coração!

Ai que gato!
Ai que barba!
Olha só “pra” mim amor.
Fiz mais essa plástica.

E eu nem sei.
O seu nome.
Ah isso não importa!
Seja o meu homem!

A minha voz é grossa.
Meu cabelo até a “bunda”.
Meu corpete de seria.
Com cara de “raimunda”.

Uma rata “marombeira”.
De academia.
Agora entendeu amor.
Me queira todo dia.

Uma rata “marombeira”.
De academia.
Agora entendeu amor.
Me queira todo dia.

Uma rata “marombeira”.
De academia.
Agora entendeu amor, amor, amor.

Me coma todo dia!